6 problemas na comunicação digital causados pela pressa

6 problemas na comunicação digital causados pela pressa

Ouvimos muito falar que a pandemia acelerou a transformação digital. Mas de fato, tudo que vive em ritmo acelerado tende a deixar alguns pontos importantes para trás. Você também tem a sensação de que realizou muita coisa em 2021, mas, por exemplo, a sua marca e o seu website ficaram na lista dos “esquecidos”?

Paramos para avaliar algumas lições aprendidas, com base na experiência em projetos realizados. Falamos sobre alguns caminhos possíveis neste post e agora compartilhamos percepções sobre pontos de atenção na hora de acelerar as ações de comunicação digital. Vamos refletir juntos?

1. O dilema da falta de alinhamento do key visual

Ficou evidente a necessidade de se trabalhar branding e performance em perfeita harmonia. Quem não conseguiu fazer, sentiu falta. A lógica é bem simples. Por exemplo, as apresentações comerciais que geralmente são o “Lego” dos executivos de negócios passaram a ser mais caprichadas, afinal os templates disponíveis na web se multiplicaram. E alterar um logo aqui com um layout ali é bem rápido, mas quando isso precisa ser refletido no site e nos demais ambientes digitais, o processo não é simples assim. Coitados dos brand guides desenhados lá no começo do negócio.

2. Testes A/B: como multiplicar o que deu certo

O website é um elemento do mix de marketing, mas durante o trabalho de performance são necessários testes A/B. Quando um deles dá muito certo, todo o resto parece meio obsoleto. “Este material está ótimo, porém o meu site está desatualizado, assim como aquela landing page que dá sequência no nosso fluxo. Tem como arrumar? Na correria não deu tempo para avisar a outra agência sobre a nossa nova iniciativa”. Esta frase clássica é repetida sempre que a correria é grande e algumas coisas fogem do controle. 

3. A mensagem não está alinhada em todos os canais

A correria em fazer uma determinada comunicação costuma gerar alguns inconvenientes para as marcas. Um deles é quando o visitante ou lead se depara com mensagens díspares de posicionamento ou oferta. Isso gera um desconforto enorme, muitas vezes causado por algumas simples palavras.

4. A marca é especialista ou generalista?

Assim como as redes sociais encontraram um caminho de evolução com base na segmentação dos públicos, algumas tendências amadureceram durante 2021. Uma delas é a “clusterização” por temas, chamados de Topic Clusters. Além de mostrarem autoridade da marca sobre o nicho de atuação do lead, geram mais segurança no momento de contato para esclarecimentos de dúvidas ou mesmo de troca de ideias. Em termos técnicos, essa tendência ainda melhora a busca mais precisa da marca e dos temas a serem divulgados. Na pressa, algumas marcas querem incluir todo o conhecimento sem classificar melhor a quem se destina cada um deles.

5. Melhorar os pontos de contato da marca

Budget e tempo costumam ser alguns dos principais limitadores de expansão e experimentação das marcas. E aí surge o dilema: “como melhorar os pontos de contato de maneira rápida e eficaz”? Esse ponto precisa ser considerado além do planejamento inicial, pois estão incorporados após as conclusões dos testes A/B de campanhas, que mostram as melhores decisões a serem tomadas. Definir caminhos alternativos e evitar preconceitos na comunicação podem trazer gratas surpresas nos resultados.

6. Relatórios conclusivos e não meramente informativos

O conceito data-driven veio para ficar. Mas você já parou para pensar que algumas reuniões de análise são feitas em bases estatísticas, porém poucas vezes conclusivas, com próximos passos não claramente definidos? Essa é outra sequela da aceleração. Passar rápido os dados e deixar pontos importantes na prateleira dos dashboards, sem a devida atenção.

A capacidade de análise e a necessária tomada de decisão para que os problemas não persistam é um dos pontos fortes da Pólvora. Em 2022 vamos completar 14 anos de mercado com mais de 124 marcas atendidas. Somos inquietos e ansiosos por resultados e novidades, mas sem tirar os olhos do que realmente funciona de fato. Antes de tudo, queremos muito bem os nossos clientes.

Se você se identifica com algumas dessas situações, entre em contato conosco e podemos falar um pouco mais a respeito.